Postado em 01/03/2020

Clinimex - Clínica de Medicina do Exercício

Queda em idosos

Situação frequente na vida de idosos, a queda pode levar a complicações como fraturas e contusões, além de insegurança, restrição das atividades diárias e piora da qualidade de vida.

Estudos mostram que em torno de 10% dos idosos apresentam ao menos dois episódios de queda por ano, e alguns fatores intrínsecos como dificuldade de marcha, alteração de equilíbrio e redução da força em membros inferiores são apontados como importantes fatores de risco.

Devido a importância do tema, a revista New England Journal of Medicine trouxe um interessante artigo sobre o assunto, apontando algumas condutas que podem auxiliar na redução do risco de queda. Primeiramente, deve-se acessar o risco de o paciente cair, avaliando, dentre outros, marcha, equilíbrio e força de membros inferiores. Em seguida, deve-se estimular o paciente a realizar exercício físico regularmente, em especial exercícios de fortalecimento muscular e de equilíbrio.

Na Clinimex, avaliamos de forma rotineira a aptidão física não aeróbica de nossos clientes. A aptidão física não aeróbica inclui equilíbrio, força/potência muscular, coordenação, flexibilidade e composição corporal. O Teste de Sentar-Levantar (TSL) avalia como esses componentes atuam em conjunto.

Para maiores informações sobre nossa avaliação e sobre o Teste de Sentar-Levantar, navegue pelo site www.clinimex.com.br. Para acessar o artigo do NEJM, acesse o link:
https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMcp1903252?query=featured_home
Solicitar cotação
Mensagem enviada. Entraremos em contato com você em breve.